Maioria dos brasileiros ainda é contra o porte legal de armas de fogo

Em 2013 esse percentual era de 68%, caiu para 62% no ano seguinte e, há seis meses, chegou a 55%, bem próximo ao mais recente

Por Cristiano 07/01/2018 - 23:47 hs

Maioria dos brasileiros ainda é contra o porte legal de armas de fogo
Divulgação

Embora o índice tenha diminuído edm cinco anos, a maioria dos brasileiros ainda se declara contrária ao porte legal de armas para todos os cidadãos. De acordo com pesquisa feita pelo Datafolha, 56% dos entrevistados responderam contrariamente à extensão do porte a todos os cidadãos. Em 2013 esse percentual era de 68%, caiu para 62% no ano seguinte e, há seis meses, chegou a 55%, bem próximo ao mais recente. Foram ouvidas 2.765 pessoas nos dias 29 e 30 de novembro de 2017. A margem de erro é de dois pontos para cima ou para baixo.

O levantamento também fez a divisão geográfica e por gênero. Nas capitais a rejeição é maior (62%), mesmo número que aparece nas cidades com mais de 500 mil habitantes. As mulheres rejeitam mais as armas (65%), assim como a região Norte (59%), aponta reportegem da Folha de São Paulo.

Leia mais notícias de Pernambuco

A venda de armas no Brasil foi amplamente discutida em 2005, quando a população foi consultada por meio de um referendo em que a proibição foi mantida quando 64% escolheu o NÃO.

Em 2016, o Brasil registou 61.619 mortes violentas intencionais por armas de fogo. O estado 'campeão' é a Bahia, com 7.110 mortes. O menor é Roraima, com 102. Esses números incluem vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço ou fora dele.